para não ser mais um blablabla

Pra sentir isso que sinto agora, me desculpa, mas eu prefiro ficar sozinha!

Não te direi uma palavra se quer de tudo o que passa na minha cabeça e de todos os problemas que você insiste em não enxergar. Tudo bem, eu entendo, você está ocupado demais para os meu delírios e carências, isto resolvemos “uma outra hora”. Talvez no momento em que elas passem a ser tuas carências também ou quem sabe, quando eu estiver farta de abrir mão das minhas conquistas para estar ali, vibrando e aplaudindo mais um espetáculo que você resolveu protagonizar. Eu não sou de ferro, sabia? Nem choro sempre por coisas banais, às vezes meu coração sangra de verdade. E nessas horas eu gostaria tanto de você por perto. Sabe, tomar a iniciativa e surpreender o outro com gestos e atitudes é fundamental para manter o coração sempre quente, seguro e feliz. Eu, agora, só estou cansada de tentar mostrar o que me aflige, mas se você não se importa, não tem tempo ou tem milhões de coisas a serem resolvidas antes de se preocupar comigo que estou ao seu lado, tudo bem, vá em frente… faça o que acha ser certo. Eu também farei!

Anúncios

5 comentários sobre “para não ser mais um blablabla

  1. Isso é muita sabedoria…e suas palavras fizeram lembrar de um texto da Clarice Lispector, que diz:

    “Quando fazemos tudo para que nos amem e não conseguimos, resta-nos um último recurso: não fazer mais nada. Por isso, digo, quando não obtivermos o amor, o afeto ou a ternura que havíamos solicitado, melhor será desistirmos e procurar mais adiante os sentimentos que nos negaram. Não fazer esforços inúteis, pois o amor nasce, ou não, espontaneamente, mas nunca por força de imposição. Às vezes, é inútil esforçar-se demais, nada se consegue;outras vezes, nada damos e o amor se rende aos nossos pés. Os sentimentos são sempre uma surpresa. Nunca foram uma caridade mendigada, uma compaixão ou um favor concedido. Quase sempre amamos a quem nos ama mal, e desprezamos quem melhor nos quer. Assim, repito, quando tivermos feito tudo para conseguir um amor, e falhado, resta-nos um só caminho…o de mais nada fazer.”

    Abração

  2. Oi Fernanda! Vi teu blog como fave em outro e vim dar uma conferida… Só pelo primeiro texto eu ja fiquei encantada… e identifiquei com as palavras, com a situação. queria mesmo que ele fizesse algo só para ME agradar… Só que eu, não entendo. Por mais que tenha problemas, eu nunca deixo quem eu amo de lado… e a pessoa deveria fazer o mesmo. eu também me calei e prefiro ficar sozinha. =)

    Beijo querida =**

  3. Ah que ótimo, poder me deliciar com palavras suas novamente… postado no dia 17, e eu aqui sem net viajando, mas agora pude ler e adorei… você como sempre dançando com a escrita à passos que hipnotizam, seduzem, identificam um pouco de cada um…

    P.S.: Adorei a música…
    abraço Fernanda, sucesso no livro!

  4. Também pudera, era saudade demais, muita falta, muita ausência. E ler novamente essas encantadoras palavras delineadas sempre com imensa ternura, ainda que nos momentos mais amargos, é sempre um prazer imenso. Eu posso lhe aassegurar que foram quase três meses, sem seus encantos por aqui, mas pareceram três milênios de ausência…

    Beijos de um comparsa chato.

deixe um rabiiisco seu

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s