Meu anjo,

Eu sei, é cedo. Literalmente cedo, pois o sol está surgindo no horizonte, mandando seus primeiros raios por entre minha janela. Hoje ele não conseguiu me acordar. Aliás, ainda estou acordada desde quando nos falamos ontem. O sono não chegou, preferi não esperar. Fui estudar e fiquei entre livros até quase agora. Digo quase, por que assim que vi o primeiro sinal de luz no céu me dei conta que estava na hora de descansar um pouco. E foi aí que pensei em você. Em como minha vida mudou depois da sua chegada.. digo, depois que pude te conhecer melhor. Afinal, você sempre esteve por perto todo esse tempo em que estive triste. Na verdade, o nosso encontro foi bem planejado pelo destino. Você reapareceu no momento em que eu perdi todas as minhas dúvidas a respeito de quem sou e do que eu realmente quero pra mim. Hoje sou uma Fernanda bem mais amadurecida que na época em que fomos apresentados pela primeira vez. Lembro como se fosse hoje do sorriso e do abraço sincero que me deu e, das palavras doces que trocou comigo. Falasse pouco, logo pediu licença e voltou a dedilhar seu violão, mas foi o suficiente pra me fazer sentir paz durante uma semana inteira. É, eu sei, é cedo pra falar de amor. E até prefiro mesmo não falar. ‘Eu te amo’ vem sendo muito banalizado, é fácil demais pronunciar essas três palavras. Infelizmente a maioria dessas pessoas que dizem, nunca amaram de verdade. E eu, prefiro não rotular o que estou sentindo. Nem sei o que é, mas sei que é algo diferente de tudo que eu já achei ter sentido. É um sentimento puro, livre, leve, iluminado! Algo que vem sem pedir retorno, espontâneo. Que compreende, acolhe, respeita as particularidades. E que só quer o bem: meu bem, o seu bem e o de todos que estão a nossa volta. Não sobra espaço pro ciúme, pro desejo de posse, pra mentiras (…) isso, joguei fora junto com um sapato velho que eu tinha aqui guardado. Essa não é uma carta de amor. Igual a tantas cartas que já deve ter recebido ao longo de tua vida. Talvez essa tenha o mesmo destino das outras, mas definitivamente essa não é igual. Não é igual porque não quero te prometer nada, não quero te fazer cobranças e nem planejar o eterno ao teu lado. Isso eu deixo por conta do dia-a-dia, do destino, do vento, que seja! Você me conhece, detesto fazer planos. Quero apenas que saiba que já estou no barco. E convido você a navegá-lo comigo! Mas esteja pronto a enfrentar dias de sol, luas bonitas e tempestades também; uma boa aventura não é feita apenas calmaria, bom mesmo é passar ileso pelas turbulências que ela há de nos reservar.

Beijos, de luz.

a ‘marinheira’.

Anúncios

21 comentários sobre “

  1. me lembrou uma longa conversa quetivemos. sobre a banalização do sentimento. e que este barco esteja com a proa rachada porque é da união que fará jus ao seu sentimento. e faça escolhas pelo oq vai perder. fazer escolhas pelo oq vai ganha lhe trará frustrações. e de frustração o amor já tá cheio.

    beijos

  2. É Fê… Tem coisas que não da mesmo pra explicar… A gente sente e pronto. Simples assim. Deixa apenas o barco correr e vir as boas correntezas. Pq em boa companhia somos sempre bem mais do q o q podemos ser…
    To na torcida, viu? E super obrigada pelo carinho la no blog! Com certeza, as tuas palavras me fazem viajar! 🙂

    Beijo grande

  3. Isso me faz lembrar que eu costumava ter medo de dizer que amo. Até que eu descobri que não é porque o “eu te amo” está sendo banalizado que o meu amor vai ser banal também.

    Deixe sempre que as pessoas saibam como você se sente. Talvez seja cedo hoje, mas quem sabe se amanhã não será tarde demais?

  4. E é sempre bom e reconfortante quando começa, e quando cresce, te completa.Quando as coisas chegam à seu ápice, é sinal que estão prestes a decair.E depois do auge, começa a machucar, a sentir dor nas costas, como se pesasse.E então, quebra.E dói.E não vai embora.Nunca.

    Eu te amo, talvez seja a frase mais perigosa que existe.

    Amor e coisas do tipo funcionam básicamente como troca.É como quando dizem bom dia apenas esperando que respondam o bom dia.

    E talvez só haja medo de se dizer o “eu te amo” com medo de não haver resposta.

    E há ainda os imbecis mal amados que sempre tentam acabar com a alegria alheia,rs.Espero que não consigam.

    Felicidades.

  5. Poucos são os que sabem de amar.
    Poucos são os que dizem de uma forma verdadeira, e não ferina.
    Combato a banalização.
    E eu sei que com a sua letra bonita, você também combate.
    Vamos fazer um levante para a valorização deste sentimento que enche os corações de enlevo e nuvens de algodão. 🙂

    Um beijo, Fernanda.
    Suerte. ;D

  6. Como eu gosto de travessias, viagens, novas fernandas, novos romovas, novos ares, novos oceanos.

    Esse papo de marinheira, viagens e turbulências me lembrou o conto de saramago “o conto da ilha desconhecida”, já leu?

    [Passeei pelo teu blog]

  7. Nossa li três textos seu, já é o bastante para eu ficar impressionado e já te seguir, pois belos textos deve ser acompanhado..
    Te desejo paz no amor, saúde em sua vida, felicidades nos seus dias..
    E que esse amor venha a reinar, se foi o que entendi esta apaixonada?
    Um grande beijo!!! até mais!! e obrigado por ter ido no meu!!!

  8. Hm, eu sempre digo que acho complicado comentar em posts assim, muito diretos, com endereço certo, porque é algo tão pessoal que foge à plena compreensão de quem tá de fora, de maneira que posso apreciar, admirar – e de fato permito-me tais coisas neste caso -, mas, comentar, ter alguma pretensão de querer acrescentar alguma coisa a tudo o que foi dito, está muito além do que me cabe. Um beijo, até.

  9. Poxa, se é que eu posso, faço minhas as palavras do Leon. Foi algo tão bonito, que eu nem sei o que comentar… Parabéns, fiquei emocionada, de verdade.

    Vim pra avisar que tem um selo pra você no meu blog.

    Beijos'

  10. Fê…

    que coisa mais linda!!!
    palavras perfietas, suaves…sinto tanta delicadeza quando leio você, sabia? Num movimento contínuo descompassado. Movimento que não termina, não tem fim. E já vejo você explorando grandes sentimentos de novo.

    Lindo, perfeito.
    Aliás… não seria diferente, afinal veio de você.

deixe um rabiiisco seu

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s