É que prefiro falar dos outros, dando a entender que falo de mim à contar meus segredos, dando a entender que são de outros. Por isso escrevo em primeira pessoa. Gosto de jogar, à quem lê, a responsabilidade de descobrir quem sou eu e quem não sou. 


Anúncios

3 comentários sobre “

  1. Ser poeta é justamente isso: é fingir estar sofrendo, é fingir estar sorrindo…

    Até mesmo fingir estar fingindo, e a gente vai acreditando, ou não, porque também somos poetas…

    A gente se entende!

    Bjuus, Nanda!

  2. Isso me lembrou “O poeta é um fingidor, finge tão completamente, que chega a fingir que é dor, a dor que deveras sente”.

    Como eu já disse, me identifico com o que você escreve. Adoro isso aqui!

    Beijo, bom fim de semana! ;*

deixe um rabiiisco seu

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s